TÓPICOS

7 milhões de pessoas morrem a cada ano por causa da poluição do ar

7 milhões de pessoas morrem a cada ano por causa da poluição do ar

Por José Carlos Díaz Zanelli

"A poluição do ar é a maior catástrofe ambiental do mundo", disse Richard Muller, pesquisador ambiental da Berkeley Earth, há um ano. E aparentemente ele estava certo. Um relatório recente da Agência Europeia do Ambiente (EEA) disparou alarmes com números assustadores.

E é que a investigação revela que só na Europa anualmente ocorrem mais de meio milhão de mortes prematuras devido à poluição. O número exato usado pela AEA é de 524 mil mortes por ano devido a partículas transportadas pelo ar e dióxido de nitrogênio.

“Apesar das melhorias contínuas que foram feitas nas últimas décadas, a poluição do ar continua a afetar a saúde geral dos europeus, reduzindo sua qualidade de vida e expectativa de vida”, disse Hans Bruyninckx, diretor da EEA ao enviar seu relatório.

Questão global

Só na Espanha, o número de mortes prematuras por poluição ultrapassa 30 mil vítimas por ano. Sendo as Partículas em Suspensão (PM) a causa do maior número de mortes.

Mas é na China que se vive o maior drama. No país asiático, 4.000 pessoas morrem todos os dias em decorrência da poluição do ar, segundo estudo da Berkeley Earth, publicado em 2014. Essa organização de pesquisa ambiental apontou que morar em Pequim e respirar em sua atmosfera equivale a fumar e meia a cada hora.

Precisamente em 2014, a Organização Mundial da Saúde (OMS) havia alertado que 7 milhões de pessoas morrem anualmente no mundo por causa da poluição do ar. Isso de acordo com um cálculo atualizado para o ano de 2012.

No Peru

Os dados mais recentes da situação peruana vêm de um estudo realizado pelo Consórcio de Pesquisas Econômicas e Sociais (CIES), que constatou que, entre 2007 e 2011, mais de 5.000 pessoas morreram só em Lima. Este é um produto da poluição gerada pela queima de combustíveis fósseis.

No entanto, é evidente que um estudo detalhado é necessário para mostrar as estatísticas reais do impacto da poluição do ar no Peru. Por enquanto, o INEI reconheceu em 2013 que a concentração de poeira no ar de Lima triplica o limite recomendado pela OMS. Resta saber qual será o impacto dessa poluição.

SERVINDI


Vídeo: Especialista fala sobre consequências da poluição do ar (Junho 2021).