TÓPICOS

Pesticidas adicionados ao solo e seu destino no meio ambiente

Pesticidas adicionados ao solo e seu destino no meio ambiente

De diversos organismos do Estado Nacional, foram geradas e publicadas informações sobre os diversos agrotóxicos adicionados ao solo e seu destino no meio ambiente, descrevendo processos físico-químicos e biológicos básicos que ocorrem uma vez que essas moléculas estão no meio ambiente.

Como expusemos neste documento, o solo é um recurso natural não renovável em uma escala de vida humana que pode ser conceituado como um reator biofísico-químico com funções potenciais de filtração, tamponamento, purificação e regulação dos ciclos biogeoquímicos (Comerford, 2014 ) A presença de agrotóxicos em diferentes compartimentos ambientais gera uma preocupação genuína na sociedade. O sistema científico-tecnológico vinculado à produção agrícola deve ter um posicionamento que priorize a discussão e estabeleça uma mensagem clara. O manejo do solo, os sistemas de preparo do solo, os sistemas ecológicos, as tecnologias de processo, a redução das doses de agrotóxicos e o uso de insumos no âmbito das boas práticas agrícolas, entre outras práticas agronômicas, são ferramentas a serem discutidas para propor, a partir do INTA, alternativas às atuais. modelo agrícola.

Para acessar a publicação (PDF) clique no link abaixo e baixe o arquivo:

INTA


Vídeo: Diálogos para Conservação do Solo e da Água - O solo adoece? Como diagnosticar? (Julho 2021).