TÓPICOS

Gelo combustível extraído do fundo do mar, poderia fornecer gás para todo o mundo

Gelo combustível extraído do fundo do mar, poderia fornecer gás para todo o mundo

O novo combustível se chama hidrato de metano ou gelo combustível, e a China conseguiu extraí-lo de uma profundidade de 1.266 metros no Mar do Sul da China, local cuja soberania ainda está em disputa entre China, Vietnã e Filipinas. Pequim reivindica sua soberania absoluta e, portanto, afirma ter o direito de explorar todas as reservas naturais escondidas sob sua superfície.

Essa descoberta pode ser histórica em termos de energia, pois é um excelente substituto para o petróleo e o gás no futuro.

O que são hidratos de metano

Os hidratos de metano foram descobertos no norte da Rússia na década de 1960 e são classificados entre os chamados gases não convencionais. São uma substância sólida com aparência de gelo, que retém moléculas de metano em seu interior, o componente majoritário do gás natural que costumamos usar.

Os hidratos de metano têm nomes diferentes: hidratos de gás, clatrato de metano, gelo de metano, gelo combustível, gelo inflamável, etc. Eles têm se formado a partir do metano originado após a decomposição anaeróbia por ação bacteriana da matéria orgânica depositada no fundo do mar e devido à combinação de altas pressões e baixas temperaturas.

"Eles se parecem com cristais de gelo, mas quando você olha mais de perto, no nível molecular, você vê o moléculas de metano presas dentro de moléculas de água"explica Praven Linga, professor do Departamento de Engenharia Química e Biomolecular da Universidade Nacional de Cingapura.

A maior parte das reservas de hidrato de metano encontram-se no fundo do oceano, em profundidades superiores a 500 metros e em baixas temperaturas, com uma minoria correspondendo às regiões árticas, protegidas sob o permafrost, a camada de solo permanentemente congelada.

Países pioneiros

Os hidratos de metano foram descobertos no norte da Rússia na década de 1960, mas somente 10-15 anos depois é que as pesquisas começaram a extrair gás de sedimentos marinhos.

Japão, devido à falta de fontes naturais de energia, foipioneiro nesta área.

Outros países líderes na exploração de gelo combustível são a Índia e a Coréia do Sul, que também não possuem suas próprias reservas de petróleo.

Embora os Estados Unidos e o Canadá também sejam ativos nesse sentido, o foco de suas explorações tem sido os hidratos de metano sob o permafrost no norte do Alasca e no Canadá.


Reservas mundiais

Estima-se que as reservas mundiais desse combustível excedam em muito as do gás convencional. Acredita-se que o volume de gelo combustível encontrado nas reservas seja maior do que carvão, petróleo e gás combinados.

Seu potencial energético é muito alto: um metro cúbico de gelo combustível pode liberar cerca de 160 metros cúbicos de metano.

Potencialmente, os hidratos de metano constituem uma futura fonte de energia de enorme importância, capaz de substituir outras fontes de energia fóssil. Por exemplo, apenas na Fossa Nankai (Japão) são estimadas reservas suficientes para suprir a demanda de gás do Japão por uma década. De acordo com várias estimativas, as reservas de hidrato de metano poderiam satisfazer a demanda global de gás por 800 anos nas taxas de consumo atuais.

Sua extração

Linga esclarece que qualquer empresa operacional deve enfrentar umextremo cuidado, para evitar danos ao meio ambiente.

O perigo potencial é o escape de metano, e isso poderia terconsequências graves para o aquecimento global, uma vez que é um gás com um impacto potencial nas mudanças climáticas muito maior do que o dióxido de carbono.

O truque é extraí-lo sem deixar que escorra.

Com informações de:


Vídeo: Gigantes da Engenharia A Duplicação do Canal do Panamá (Julho 2021).