TÓPICOS

Trigo macio

Trigo macio


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Desfrutar do trigo na sua forma mais pura permite-lhe beneficiar de todas as virtudes deste nutritivo cereal e criar receitas surpreendentes.


Especialistas em nutrição afirmam que mais da metade da energia diária deve ser obtida de alimentos ricos em carboidratos complexos, como os fornecidos pelo trigo integral.
Este grão é um alimento muito equilibrado, com alto teor de carboidratos (60%), principalmente na forma de amido. Esses carboidratos são uma excelente forma de fornecer energia ao corpo, já que o amido tem a vantagem de ser digerido lentamente e, assim, garantir uma liberação constante de glicose no sangue. Isso evita que o trigo cause picos de açúcar no sangue e o torna adequado para pessoas com diabetes. Os atletas também encontram nele um grande aliado, pois fornece grandes quantidades de energia de forma econômica e eficiente. A presença de tiamina ou vitamina B1 também favorece a correta assimilação da glicose.
O trigo é também um dos cereais mais ricos em proteínas (11,7%), entre os quais se destaca o glúten, sem cujas qualidades únicas não seria possível fazer os deliciosos e fofinhos pães fermentados que este cereal costuma produzir. Este mesmo glúten é o que dá à massa a sua elasticidade e textura, mas também aquele que os celíacos não toleram, pois carecem da enzima que lhes permite assimilá-lo, são obrigados a evitá-lo.
O trigo contém muito pouca gordura (2%), em comparação com outros cereais.
O trigo integral é, portanto, uma boa fonte de vitaminas E, B1, B2, B3 e B6, que além de ajudar a metabolizar os próprios nutrientes do trigo contribui para a boa saúde do sistema nervoso e funções intelectuais.
Sua riqueza em selênio (70,7 mcg / 100 g) o torna um alimento antioxidante que protege contra os efeitos indesejáveis ​​dos radicais livres. Este mesmo oligoelemento está relacionado com a boa saúde do coração e dos órgãos reprodutivos.
O trigo também contém quantidades apreciáveis ​​de magnésio (147 mg / 100 g), fósforo (406 mg), manganês (3,8 mg) e cobre (0,38 mg), enquanto seu teor de sódio (8 mg) é muito baixo, o que lhe permite ser incluído na dieta de pacientes hipertensos e pessoas com doenças renais.
Como a maioria dos grãos integrais, o trigo fornece uma quantidade significativa de fibras à dieta e também contém fitoestrógenos, como lignanas, que, devido ao seu efeito regulador de hormônios, ajudam a aliviar os sintomas da menopausa.

Um grão requintado
Para cozinhar o trigo tenro, três medidas de água são necessárias para uma de trigo. É importante usar uma panela de aço inoxidável com fundo grosso e tampa bem ajustada.
Pintar o fundo com óleo evita que o cereal grude quando tiver absorvido toda a água.
Os grãos devem ser pré-embebidos por cerca de 10 ou 12 horas. Após esse tempo, são escorridos e colocados na panela com a água e um pouco de óleo para acelerar a dextrinação do amido. Tampe e coloque o recipiente em fogo alto até ferver. Nesse momento abaixa o fogo e deixa-se cozinhar até que tenha absorvido a água.
Quanto mais tempo de cozimento, mais tenro fica, mas deve-se ter cuidado para não perder sua delicada textura picante.
Uma opção mais confortável e moderna é usar trigo pré-cozido, que cozinha em poucos minutos e não requer pré-encharcamento. Podem ser utilizados na preparação de recheios de vegetais, sopas, ensopados, paellas ou ainda como ingrediente na preparação de croquetes. Admite sabores intensos e combina com nozes ou pinhões, cogumelos e com quase todos os legumes e verduras, especialmente tomate, cebola, cenoura, azeitonas pretas e pimenta.

Santi Avalos (cozinheiro)


Vídeo: MISTUREI MAIONESE NA FARINHA DE TRIGO E FIZ A MELHOR TORTA DE TODAS! FAÇA ISSO HOJE (Junho 2022).